quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

FUNCIONÁRIOS CONTRATADOS E EFETIVOS RECEBEM 13° SALÁRIO EM SALGADINHO



                                                                            Imagem/divulgação Luiz Felipe



A Prefeitura Municipal de Salgadinho por meio do seu Prefeito, Senhor JOSÉ SOARES DA FONSECA (ZÉ DE VEVA), realizou nesta Quarta-feira dia 12 de Dezembro de 2018 o pagamento integral da Gratificação Natalina (Décimo Terceiro Salário) a todos os funcionários do Município.




De acordo com as informações repassadas ao nosso blog pelo Prefeito do Município , mesmo diante das dificuldades financeiras  que o Município vem sofrendo em razão da diminuição dos recursos que são repassados pelo governo Federal e Estadual os Cofres de Salgadinho , o Gestor do Município  garantiu que nenhum funcionário fosse demitido, além disso conseguiu realizar o pagamento do 13°, assim como o prefeito já ratificou que já está garantido o dinheiro para o pagamento do mês de Dezembro para todos os funcionários efetivos e contratados.

sábado, 25 de agosto de 2018

VEREADORES DE PASSIRA REJEITAM PROJETO DE LEI QUE VALORIZAVA ARTISTAS LOCAIS

 




Na última sessão ordinária na câmara de vereadores de Passira ocorrida na Quinta-feira ,dia 23 de agosto de 2018 , o projeto de Lei de autoria do Vereador Ernande Francisco Da Silva Neto, Ernandinho (PMDB), foi ao plenário e rejeitado pela maioria dos vereadores presentes.


O PROJETO DE LEI

De acordo com a justificativa para aprovação do projeto de Lei, esse projeto visava valorizar a cultura e os artistas locais, pois de acordo com os Vereadores apoiadores do Projeto e o Autor Ernandinho , a iniciativa do que propôs tina o objetivo em criar mecanismo que garantisse espaço para os músicos e instrumentistas locais nos eventos culturais em Passira.

O Projeto de lei previa que com a aprovação o Poder Executivo, como forma de igualitar o direito e valorizar os artistas locais , deveria pagar aos artistas Passirenses em data igual aos artistas que vierem de outros locais , bem como os artistas já consagrados , além disso o Projeto  que deveria ser obrigatório a contratação de artistas, cantores, instrumentistas, bandas ou conjuntos musicais locais para aberturas de festas e eventos culturais  como forma de valorização dos artistas de Passira.

Também foi proferido que a Administração Pública paga artistas nacionais antecipadamente enquanto que artistas locais quando são contatados passam meses para pode receber, o que na visão dos Vereadores favoráveis ao Projeto é um desrespeito ao Direito Constitucional de isonomia.


A VOTAÇÃO

Sob  a Liderança do autor do Projeto , Vereador Ernandinho (PMDB) , os Parlamentares pró- Aprovação sustentaram que os artista locais estão sendo muito desvalorizados e que o projeto faria um bem singular aos agentes culturais de Passira.


A votação contou com a presença de dezenas de Artistas locais que nos disseram estar decepcionados com os Vereadores que votaram contrários ao projeto, pois segundo os artistas esses Parlamentares votaram contra a Cultura e a valorização dos Artistas Locais.



Votaram CONTRA o Projeto os Vereadores

 Marcelo Lailô, (PMDB)
Dedé da Cerâmica (PSB)
JP( PMDB)
Elias Gabriel (PSD)
Cassiano (PPS)
Everaldo Luís (PSD)

Votaram FAVORÁVEIS ao Projeto

Ernandinho(PMDB)
Zeca Bicudo  (PRB)
Toinho de Antônio luís (PSD)
Fia de Sebastião Luís (PRP)
Tão de Sebastião Luís (SD)



Com o resultado apertado de 6 x 5 os Vereadores Rejeitaram o Projeto de lei, diante disso o  Vereador Ernandinho (PMDB) afirmou que irá apresentar novamente o projeto em novo momento , dizendo que perdeu uma batalha ,mas não perdeu  a Guerra.

segunda-feira, 23 de julho de 2018

ESTUDIOSO DE SALGADINHO PARTICIPA DE DOCUMENTÁRIO SOBRE O Pe. CÍCERO

                                                                         Imagem /Reprodução Internet



O Mestrando em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco, Fagner José de Andrade, Salgadinense do Sítio Sobradinho, cuja tese de Dissertação em Mestrado tem como objeto de estudo a influência econômica que traz a religiosidade dos devotos do Pe. Cícero Romão ao Juazeiro do Norte, foi um dos convidados para debater sobre os 84 anos de falecimento do Santo dos Nordestinos.


A Basílica de Nossa Senhora das Dores do Juazeiro do Norte do Ceará convidou o intelectual de Salgadinho a fim de levantar alguns dados sobre a temática abordando-o não apenas como pesquisador, como também Romeiro do Padre Cícero.


Trecho da Entrevista foi ao ar ontem à noite no canal de TV aberta VEDE VIDA.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

CORONEL BARBOSA VENCE PROBLEMA DE SAÚDE E LANÇA LIVRO

                                                                                         Imagens Divulgação



Severino José do Carmo Barbosa, natural do Sítio Muruabeba na Zona Rural de Salgadinho, nasceu no dia 27 de Novembro de 1951, filho do Senhor Zezinho do Carmo e Dona Alice Barbosa, Casado com a Senhora Vanda, tem Três filhos e cinco Netos.


Com o Título AMOR FILIAL À DOCE TERRA SALGADINHO ,O Autor conta no livro Fatos que marcaram época ,assim como o Amor e o Respeito que possua pela sua Terra Natal.



O autor divulgou hoje no Clube Internacional do Recife o livro na presença de familiares e amigos que prestigiaram aquele que é ícone do Município de Salgadinho.

sábado, 19 de maio de 2018

O BRASIL E O BRASILEIRO SÃO ASSIM MESMO?

                                                                                    Imagem/ Reprodução Livro

Muitas vezes escutamos em nossas rodas de conversa, nas filas de banco, na espera do médico ou no supermercado um termo que já virou jargão “o brasileiro é assim mesmo” ou “o Brasil é assim mesmo”. E eu pergunto o Brasil e o brasileiro são assim?

        Gostaria de tecer essa reflexão em cima do que escreve o sociólogo Jessé Souza na obra a “A Tolice da Inteligência Brasileira”. No texto, Jessé trata de muitos temas pertinentes à nossa conjuntura social e política, principalmente nesses últimos tempos em que vivemos uma época “Temer rária”. O autor apresenta argumentos muito bem embasados sobre como nós brasileiros nos deixamos manipular por uma elite hegemônica e dominadora dos meios de comunicação e produção que se utiliza de ferramentas como a mídia Globalizante de pensamentos distorcidos , falsos e que espalha pela TV e por outros meios um projeto de nação excludente de toda e qualquer forma que vá de encontro ao que essa elite apresenta como verdadeiro.

Pois bem, um dos modelos apresentados como um País ideal é Os Estados Unidos, como se lá não houvesse corrupção e desigualdades. O interessante de tudo isso é que na medida em que vamos naturalizando a concepção de que o Brasil é “assim mesmo” deixamos de lutar por ideais que até o ano de 2015 estavam sendo construídos por um governo que mesmo dentro das limitações e fragilidades conseguiu dar passos, que em 500 anos de história nunca foram dados. Com o golpe de 2016 sofremos perdas significativas no campo social, político, econômico. O que tem reforçado ainda mais através da mídia golpista uma imagem de que o Brasil e o brasileiro “são assim mesmo”.

Sabe como eles são? posso tentar responder, eles são golpeados todos os dias por canais de televisão e por interesses escusos que são postos na opinião pública de forma mascarada e enganosa, falo da TV devido a grande maioria de brasileiros ter acesso ao jornal depois do jantar e que de forma direta manipula a opinião.

Há 500 anos assistimos medidas que reforçam este paradigma, de que não temos jeito. Em nossa história de nação sempre que passos progressistas são dados, golpes são instalados, isso foi em 1964 e em 2016. Ainda aparece alguns “loucos” querendo salvar a pátria com uma proposta de governo, que foge totalmente do respeito à dignidade humana e a vida de forma geral, assim o pensamento “sebastianista” se reproduz e se reconfigura na contemporaneidade fazendo com que acreditemos que alguém poderá salvar a pátria, o Brasil e o brasileiro. Eu sei quem pode salvar a pátria:

Cada um de nós.  

Como?

Fazendo uma coisa simples e importante: ler mais, observar mais, estudar o que tem se passado na história, assimilando ao que tem acontecido, evitando pensar que o brasileiro, que somos nós mesmos, somos o problema do Brasil. Acredito que não somos o problema, até porque milhões que construímos com nossos esforços e riquezas foram roubados pela elite minoritária e manipuladora da massa.

Cabe à nós analisarmos a conjuntura e não ter receio de se posicionar diante das injustiças e acima de tudo, não acreditando em verdades absolutas que são transmitidas todos os dias nos jornais que antecedem a novela, essa cultura de vitimismo tem que ser substituída por um sentimento de indignação que repercutirá nas urnas em outubro, ou talvez não. Prefiro acreditar que poderemos fazer algo.

 Gostaria de terminar esta crônica com um trecho do prefácio do livro de Jessé Souza que citei no início.

“Todos os privilégios e interesses que estão ganhando dependem do sucesso da distorção e do falseamento do mundo social para continuarem a se reproduzir indefinidamente. A reprodução de todos os privilégios injustos no tempo depende do convencimento e não da violência(...). É por conta disso que os privilegiados são os donos dos jornais, das editoras, das universidades, das TVs e do que decide nos tribunais e nos partidos políticos. Apenas dominando todas essas estruturas é que se pode monopolizar os recursos naturais que deveriam ser de todos e explorar o trabalho da imensa maioria de não privilegiados sob a forma de taxa de lucro, juro, renda da terra ou aluguel. (Souza, 2015, p. 09-10).

Somos Manipulados!

Tirem suas conclusões, reflitam, repensem e acima de tudo se coloquem no lugar do outro, pois qualquer compreensão passa pela alteridade.

Dedico esta crônica ao amigo Sociólogo Dr. Ricardo Santiago a quem devo muito dessas reflexões acima.

Fagner José de Andrade  é bacharel em Ciências Sociais Pela UFPE  e Mestrando em Antropologia  pela Universidade Federal de Pernambuco.
           



sábado, 5 de maio de 2018

CENTENÁRIO DA DIOCESE DE NAZARÉ É CELEBRADO NA ALEPE

                                                 
                                                                                    FOTO DE :KEROL CORREIA


 Desmembrada da Arquidiocese de Olinda e Recife, em 1918, a Diocese de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte, chega este ano ao seu centenário. A data foi comemorada, nesta quinta dia 3 de Maio, com uma Reunião Solene na Assembleia Legislativa.


 A proposição partiu do Deputado Antônio Moraes (PP). 


Para celebrar o primeiro século da diocese, a Igreja Católica organizou uma agenda de festividades até agosto deste ano. Entre as iniciativas estão o lançamento da Revista dos 100 Anos, a emissão de selo comemorativo pelos Correios e a realização de um Congresso Eucarístico Diocesano. 


Atualmente, a diocese está sob a responsabilidade do Bispo Francisco de Assis Dantas de Lucena. O deputado Joaquim Lira (PSD), que presidiu a cerimônia, afirmou que toda a comunidade católica dos municípios do Agreste e da Mata Norte associa-se às festividades. “A Assembleia cumprimenta a todos da diocese, que sedia quatro regiões pastorais”, frisou.


 Antônio Moraes ressaltou a importância de a Assembleia Legislativa de Pernambuco  reverenciar o centenário. “São cem anos de evangelização, em que vários bispos fi zeram história trabalhando numa região canavieira muito pobre. É uma igreja que tem a responsabilidade por 18 paróquias, e com um vínculo muito grande com a questão social”, observou. 


Dom Francisco de Assis recebeu uma placa comemorativa da Alepe. O religioso agradeceu a iniciativa do Legislativo. “É um reconhecimento por tudo que a Diocese tem feito pela comunidade de Nazaré da Mata”, ressaltou.


Com informações do Diário Oficial de Pernambuco